No passado dia 28 de Agosto, um grupo de jovens teve a possibilidade de visitar Santiago do Cacém assim como alguns monumentos históricos da mesma cidade.

Pelas 12 horas, o grupo almoçou na Lagoa de S. André onde, fizeram um lanche à beira da bonita paisagem que aquela zona proporciona. Após o almoço, visitou-se a cidade de Santiago do Cacém e descobriram a história da mesma percorrendo as suas ruas. Visitou-se o castelo, que à época da Reconquista cristã da Península, Santiago do Cacém foi pela primeira vez tomada em 1158, no contexto da conquista de Alcácer do Sal pelas forças de D. Afonso Henriques (1112-1185). Do mesmo modo, seria recuperada entre 1190 e 1191 pelas forças do califa almóada Abu Yusuf Ya’qub al-Mansur quando retomaram aquela cidade. Logo após, existiu a possibilidade de conhecer a igreja situada no castelo e a sua belíssima arte sacra.

A primitiva ocupação humana de seu local remonta a tribos Celtas. À época da romanização da Península Ibérica, a povoação então existente era denominada como Miróbriga, integrando a jurisdição conventual de Pax Júlia (actual Beja). Ocupada pelos Alanos durante as primeiras décadas do século V, foi abandonada no Século VI, tendo a população se deslocado para a colina vizinha, mais próxima ao mar. A nova povoação foi sucessivamente dominada pelos Visigodos e no começo do segundo decênio do Século VIII, pelos Muçulmanos, quando passou a ser denominada como Kassen. Após a visita a Miróbriga,  decorreu um pequeno lanche de convívio fraterno.

Um dia diferente, onde os jovens socializaram com a comunidade que encontravam durante o passeio e, descobriram um pouco sobre a sua história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *