Ao longo do tempo, apercebemo-nos que os jovens que nos chegam não têm só dependências e comportamentos para tratar e mudar: têm também muitos talentos escondidos. Às vezes, só precisam de ser encorajados a mostrarem ao mundo tudo o que guardam para si.

Todos os dias nos surpreendem com textos, desenhos, músicas, poemas… A diversidade de talentos é muita e gostamos de ir partilhando consigo um bocadinho daquilo que estes jovens são capazes de oferecer ao mundo.

De seguida partilhamos um poema escrito por um dos nossos utentes, o João Francisco, que ao longo do tempo tem mostrado um admirável talento para a escrita. O João apelidou-o de “a vida”, pois é assim mesmo que ele a vê!

 

A vida não é apenas um piscar de olhos

Fechámo-los para nos abstrairmos

Abrimo-los para nos focarmos

E tapámo-los quando não queremos magoar-nos.

 

Há tempestades que abundam nos nossos corações em mágoa

Mas o sol sempre irradia entre as nuvens

E com a ajuda do vento conseguimos superá-la.

 

Dizem que nada acontece por acaso

O nosso destino está traçado

Se não for algo bom

Não necessitamos de o seguir passo a passo.

 

Vou seguindo o meu caminho sem nunca olhar para trás

O passado está escrito e não pode ser apagado

Não quero ficar parado no tempo, quero seguir em frente

Quero ditar um novo futuro e desfrutar o presente.

 

A esperança é a última a morrer

E eu não quero isso para mim, eu quero viver

Porque quando a escuridão se cruzar no meu caminho

A ART dar-me-á sempre uma luz para me iluminar e trocar o meu destino.

 

 

                                                                           Poema pelo utente João Francisco Correia

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *