No passado dia 14 de setembro de 2017, nós, o grupo de jovens da ART de Magrelos, fomos visitar uma instituição de cidadãos inadaptados, a CERCIMARCO. Nesta instituição fomos muito bem recebidos pelos profissionais que lá trabalhavam e que nos explicaram o funcionamento da instituição e nos mostraram a mesma. Naquele momento existiam 30 clientes da instituição (é este o termo que se usa naquela instituição). A instituição tem 3 salas de atividades dependendo da capacidade dos clientes e têm 3 gabinetes técnicos, com funções idênticas as que há na instituição ART, um para assistente social, um gabinete de psicologia e outro do diretor da instituição. Têm uma sala que se chama Snoezellen que se trata de fisioterapia, tem uma bola de espelhos, para um tipo de deficiência específico, têm colchões aquecidos por causa do clima e também têm uma piscina de bola para treinar a mobilidade dos braços, incluindo ainda uma sala de ginástica. Toda a instituição está muito bem equipada para o bem-estar dos seus clientes.

    Ao longo do dia os clientes raramente estão desocupados, tendo diversas atividades ocupacionais como aulas de educação física e prática de vários jogos coletivos.  Estas atividades têm como objetivo proporcionar bem-estar e promover as capacidades dos clientes para facilitar a sua integração social.

    Para nós, jovens da ART esta visita foi importante para percebermos que as pessoas com problemas físicos ou mentais são exatamente iguais a nós com os mesmos direitos e os mesmos dever dos cidadãos e que não merecem ser postos de parte por terem uma deficiência.

 

 

texto elaborado pelo utente André Carvalho.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *